CHAT  

 
 

NOVIDADES

Edição de maio da Revista Infra fala sobre a expansão do setor de Facility Management

A edição de maio da Revista Infra, uma das publicações referência no segmento de Gestão de Facilites, traz uma matéria chamada “Mil e Uma Possibilidades”, abordando a expansão do setor de Facility Management (FM) e as novas possibilidades que a área possui, apontando a John Richard como uma empresa que já percebe essas mudanças nas suas relações profissionais.

Publicada mensalmente e com circulação nacional, a Revista Infra é a publicação líder no segmento de Outsourcing & Workplace. A matéria aborda a valorização progressiva dos serviços de FM, vistos cada vez mais como peça fundamental no sucesso de uma empresa, inclusive sendo integrados ao setor de Recursos Humanos (RH).  

Segundo a revista, as companhias que valorizarem as ações de FM, integrando essas estratégias com o planejamento e os objetivos da empresa, terão vantagem perante seus concorrentes. O futuro do setor de Facility Management é cada vez mais interdisciplinar, trabalhando em conjunto com diversas outras áreas e setores dentro de uma instituição, buscando encontrar o melhor para a realidade de cada setor, atividade e tarefa que precisa ser cumprida. O FM moderno se relaciona com estratégias de Sustentabilidade, Operação & Manutenção, Finanças e Negócios, Recursos Humanos, Real Estate, Property Management, Liderança e Estratégia, Comunicação, Qualidade, Project Management, Tecnologia, Emergências e Riscos, além de Workplace e soluções diversas para o dia a dia das corporações.   

E essa pluralidade de atuação do facilities management é um processo natural e crescente, que deve tomar ainda mais força nos próximos anos. “Explorando mais, percebemos que em algumas empresas, a área de facilities trabalha junto com o RH. Parece-me natural, com o tempo, que a locação dos imóveis e, consequentemente dos móveis que os expatriados usam, passará a ser de responsabilidade, cada vez mais, do Real Estate – Facilities”, afirmou, em entrevista à revista, o CEO da John Richard, John Paz.  

A Infra ainda ressalta que “instalações e edifícios utilizados como sede por empresas representam um de seus principais ativos, além de serem também um dos principais custos para estas organizações. Desta forma, devem ser gerenciados levando em consideração os objetivos da empresa para que a estratégia de provisão dos serviços de facilities management esteja de acordo com o plano estratégico da organização”. A gestão de FM deve, por tanto, ser parte integral do planejamento estratégico das organizações.  

O texto aponta a John Richard como uma empresa que se atentou a essa mudança, ampliando suas relações e serviços para atender às novas demandas que permeiam essa atuação ampliada do segmento de Facility Management.   Para conferir a reportagem completa, basta clicar nesse link.

Área do cliente